segunda-feira, 29 de março de 2010

Aquecimento Global,está virando piada IV

A Mídia alarmista, que também lucra com o aquecimento global, está querendo nos enlouquecer, ou estão achando que somos idiotas.

Analizem as publicações abaixo:

Na primeira, o site "Cienceline", Afirma:

- "O Aquecimento global fortalece Papoulas, tornando mais elevadas concentrações de ópio na planta e mostra uma bela e robusta plantação ".

Em outra publicação, o site "O Independente", Afirma:
- "O aquecimento global destrói Papoulas, mostrando uma fraca plantação
no Afeganistão, ".


Que o aquecimento global é culpado de tudo que acontece no planeta eu sei, mas escolham: ou faz bem ou mal às Papoulas?

Observem agora publicações da mesma rede australiana de comunicação: a "ABC Notícias"

Em uma publicação, dizem que um estudo comprova que os peixes estão ficando menores devido ao aquecimento global.


Em outra, talvez esquecendo-se da primeira e com uma ansiedade por publicar novas situações provocadas pelo aquecimento global, publica que os peixes estão ficando maiores devido as mudanças climáticas.




Quer dizer, se os peixes diminuem, culpa do aquecimento global, se crescem, culpa do aquecimento.

Eu recomendo a eles o livro: "a origem das espécies" de Charles Darwin, quem sabe aprendam que as espécies encontradas podem variar caracteristicas dependendo do meio em que vivem.

Como se não bastasse o site inglês "O Independente", e o americano"KTVU.COM ", publicaram:

- Ostras e Lulas gigantes estão aparecendo devido ao aquecimento global.

Lincks das publicações: Ostras gigantes Devido ao Aquecimento Global







Em contrapartida o site "Taindian Notícias publica ":

- "Os animais estão cada vez menores devido ao aquecimento global"

Linck da Publicação: Animais mais pequenos por via do Aquecimento Global


Fica claro que não devemos acreditar em quase nada que se publica, referente ao aquecimento global.
Estão achando que somos alguma espécie de mutantes Acéfalos. Assassinam os conceitos da biologia em nome do alarmismo e da divulgação dessa farsa, que só vem atrapalhar os verdadeiros ambientalistas, tirando o foco dos verdadeiros problemas ambientais.
Sites: Fonte Ecotretas

sábado, 27 de março de 2010

Hora do Planeta ou...Hora da Hipocrisia


Hoje a WWF, ong que recebe vultuosos recursos, tanto governamentais, quanto de grandes empresários promove a hora do Planeta 2010.

Mais um dia para reforçar a maior fraude do século, o aquecimento global, que encobre as verdadeiras causas dos desastres ambientais, como por exemplo o assoreamento e a poluição dos rios, o desmatamento, entre outros fatores que degradam o Meio Ambiente.

Os governos e empresários não tomam atitudes escondidos atrás do manto do aquecimento global.

Esta mesma ONG se uniu com uma das maiores empresas na área do plástico, o grande inimigo do meio ambiente a partir do século xx.

A empresa tem seu descargo de consciência, você compra o plástico e ajuda a ONG.

Isso eu peguei no site da SANREMO:

Sanremo e WWF Brasil


A Sanremo fez uma parceria inédita com o WWF Brasil. Compre essa idéia e ajude a preservar o meio ambiente.
A Sanremo e o WWF Brasil firmaram uma parceria para mostrar que o uso consciente do plástico pode contribuir para a preservação do meio ambiente.


O linck do site, para caso de alguém não acreditar nessa treta:


http://www.sanremo.com.br/novidades/novidade.asp?id=Sanremo%20e%20WWF%20Brasil

Esse selo acima vem colado no plástico, na prateleira do mercado. Através dessa simbiose a empresa vende o plástico, fica desculpada, por "ajudar" o meio ambiente, e a ONG lucra fortunas com a venda do plástico.

Ou agora você vai começar a defender o plástico também?



As Mutretas não param por ai.


Olhem os ecologistas que também vão apagar as luzes hoje:



25/03/2010 - 20h55
Câmara dos Deputados e Senado Federal vão apagar as luzes na Hora do Planeta


Da Redação


Neste sábado, dia 27 de março, Câmara dos Deputados e Senado Federal também participam da Hora do Planeta, apagando as luzes dos dois prédios em Brasília, entre 20h30 e 21h30, como parte de um ato simbólico de alerta contra o aquecimento global.
A adesão da Câmara dos Deputados ocorreu nesta quinta-feira (24/3), quando o Presidente da Câmara, deputado Michel Temer, recebeu do superintendente de Conservação do WWF-Brasil, Claudio Maretti, o kit de mobilização (camiseta e lanterna manual) e assinou o termo de adesão.
Maretti explicou que, neste Ano Internacional da Biodiversidade, a Hora do Planeta no Brasil ressalta que conservar ecossistemas terrestres e aquáticos é a melhor maneira de nos prepararmos para resistir aos impactos de situações climáticas severas. No país, o desmatamento é a maior causa de emissões dos gases de efeito estufa, que são os responsáveis pelas mudanças climáticas.
No Senado Federal o compromisso com a Hora do Planeta foi feito por meio da assinatura do termo de adesão pelo presidente da casa, senador José Sarney.
A senadora Marina Silva também assinou o termo de adesão da Hora do Planeta e avisou que, onde estiver, irá desligar as luzes no próximo sábado.
Na quarta-feira (23/3), a Frente Parlamentar Ambientalista também aderiu à Hora do Planeta.


Fonte: UOL

Esses defensores do Meio Ambiente, são líderes no desperdício de papel, com suas malas diretas para o país inteiro, no Natal, Páscoa, aniversários, etc, fora todo o papel gasto na Câmara e senado.

Mas isso não é nada, o pior é a falta de fiscalização em cima dos orgãos governamentais responsáveis por zelar pelo meio ambiente.

Vou acender todas as luzes em minha casa nesta hora para protestar contra esses vampiros ambientais.

Se você quiser apagar as luzes do movimento liderado pela ONG que ganha dinheiro com plástico, eu respeito, pois sei que sua intenção é boa.


quarta-feira, 24 de março de 2010

Caos Ambiental na Grande Porto Alegre

Antes de qualquer coisa, vejam essas 3 notícias que saíram hoje, 24 de março, no site da Zero Hora (jornal do grupo RBS):

Trânsito



Vazamento de esgoto cloacal atrapalha rotina na Avenida Pernambuco
Moradores dizem que problema dura cerca de dois anos




Porto Alegre

Lago da Praça dos Açorianos é tomado pelo lixo



São notícias publicadas de forma desconexas, mas nos cabe chamar atenção, três notícias de graves situações referentes a falta de cuidados com o Meio Ambiente, publicadas no mesmo dia, no mesmo horário e ocorridas em áreas muito próximas.
Isso nos leva a crer que essa metrópole cresceu desordenadamente, sem preocupação com o saneamento básico e o destino dos dejetos, bem como o escoamento de produtos tóxicos e inflamáveis, que disputam lugar com automóveis de passeio nas vias, já engarrafadas normalmente, em toda grande Porto Alegre.
Se mesmo com o clima colaborando, sem vento, sem chuva em quantidade, nem calor, a cidade pára, obstruída pelo esgoto que verte da rua, pelo lixo espalhado na via e óleo derramado em uma BR de alto tráfego de veículos. O que sobra para os raros dias em que temos fenômenos meteorológicos, ai mesmo que tudo vira um caos.
E querem me convencer que o clima está mudando, que as chuvas em em grande quantidade causam enchentes, se mesmo quando não chove o esgoto transborda e causa alagamento.
Veja este depoimento dado a Zero Hora:
O advogado Geraldo Saldanha, 41 anos, trabalha em frente ao esgoto, que fica no trecho entre a Rua Chicago e a Avenida Cristóvão Colombo. Ele conta que inicialmente o esgoto cloacal só transbordava quando chovia, nos últimos tempos, não precisa ter precipitações para ocorrer o vazamento:
— Ontem não choveu e ficou vertendo a noite toda.
Veja o vídeo.

terça-feira, 23 de março de 2010

Dunas em extinção no litoral do RS


Me lembro quando tinha a idade do meu filho (7 anos), meu avô tinha uma casa na Barra em Tramandaí, há uma quadra e meia do mar, mas para chegar na praia era cansativo, pois tínhamos que escalar três enormes cômoros de areia.

Lembro que havia aquelas proteções de palha, que deveriam servir para direcionar a areia carregada pelo vento.

Bem, hoje aos 43 anos, vejo uma realidade bem diferente. Meu avô já faleceu, a casa continua lá no mesmo lugar com outros proprietários.

As dunas, bem as dunas ficaram apenas na minha lembrança e nas fotos antigas. Hoje basta atravessar a rua caminhar alguns metros na areia plana e lá está o mar, por vezes marrom, mas na minha maneira de ver, belo como sempre.


Faltam na paisagem as dunas. para onde foram as dunas?

Sabemos que foram retiradas, inclusive pelo poder público.

Estranho que não vi nenhuma das famosas ONGs fazendo mobilização com pessoas peladas ou deitadas em frente as escavadeiras, que extraíram praticamente todas as dunas do litoral do Rio Grande do Sul nos últimos 30 anos.

Mas quando acontecer uma ressaca e o mar invadir as ruas e casas, sabem quem será o acusado:
( ) Eu
( ) O cacique cobra coral
( ) O Cléo Kuhn
(x) O Aquecimento Global

Claro que será o aquecimento Global, ai vão dizer que as vacas tem que peidar menos e todas essas eco-babozeiras.
Ainda há tempo, devemos ter em torno de 40% das dunas preservadas.
As WWF, Greenpeace e outras grandes e ricas ongs ainda podem fazer alguma coisa.
Para mim resta escrever aqui e conscientizar meus alunos, colegas e amigos.

segunda-feira, 22 de março de 2010

Dia Mundial da Água




Não vou utilizar esse espaço para colocar textos sentimentais sobre preservação da água dizendo que a água está acabando etc, etc,....

Deixo isto para essas ONGs de defesa do meio ambiente, que recebem altas verbas governamentais e são especialistas em marketing.

Mas a verdade é que o Brasil é um pais rico em água doce, temos volumosos rios, o país com maior quantidade de água doce no planeta.




Os ambientalistas que fazem mensagens chorosas e sentimentais sobre a escassez da água estão apenas preocupados em agradar a maioria, não aguento mais esse tipo de discurso.

Usem esses espaços para exigir fiscalização, dos órgãos curruptos, que fazem vista grossa ao desmatamento.

Desmatamento que faz com que os sedimentos desçam das partes mais altas e se depositem no fundo dos rios, diminuindo sua profundidade, em consequencia transbordando e causando enchentes.


Denunciem as grandes empresas que jogam dejetos nos rios causando morte de peixes e poluindo seu leito.
Na grande mortandade de peixes ocorrida em 2006 no Rio dos Sinos, não me lembro de greenpeace, wwf, aliás nenhuma ONG defensora do meio ambiente, até hoje pouco foi apurado sobre aquele desastre ambiental.



Água não falta e nunca vai faltar, pois ela sempre cumprirá seu ciclo, evaporando e voltando limpa sob forma de chuva. Portanto vamos deixar de demagogia e achar que somos culpados por puxar uma descarga, o que não nos isenta de evitar o desperdício, pois água tratada é ouro.

Culpado são os governos que não fiscalizam. É o sistema capitalista que destrói pelo lucro.

O resto é mídia dos bons moços das ONGs que em suas salas com ar condicionado, projetam belos comerciais e mobilizações, desde que não desagradem o interesse dos grandes.

domingo, 21 de março de 2010

Término do verão 2009/2010


Neste sábado encerrou o verão com mais cara de verão dos últimos anos. Marcado por muito calor e fortes e eventuais pancadas de chuva. Inclusive para quem acompanha e sabe que o clima é cíclico, fomos visitados n final do verão pela tempestade tropical anita, repetindo o furacão Catarina, 6 anos atrás, como eu temia (ver postagem http://betoorcy.blogspot.com/2010/03/aniversario-do-furacao-catarina.html ), por nossa sorte essa última passou longe da costa.

Mostrando que o clima é previsível e não tem apresentado mudanças, calor no verão, chuva em ano de El ninho, tudo normal.
Já chuvaradas, vendavais, tornados, furacões não são a normalidade, são eventos climáticos que acontecem e sempre vão acontecer, se os cuidados ambientais fossem tomados, não se sofreria tanto com as consequencias.


Extremos do verão

Cidade mais seca: Santa Maria em março, 0,8mm de chuva

Mais chuvosa: São Luiz Gonzaga, 408,9mm em Janeiro

Menor temperatura: São José dos Ausentes, 8,2º em 26 de fevereiro

Maior temperatura: Campo Bom, 40,1º em 03 de fevereiro

Menor média de temperatura e maior média: Bom Jesus e Campo Bom

quarta-feira, 17 de março de 2010

Aquecimento Global,está virando piada III


Realmente, hoje em dia tudo que acontece de ruim no planeta, tem um responsável: O Aquecimento Global.
Se a moeda desvaloriza de quem é a culpa... do aquecimento.

Se tiver um problema de ereção e falhar com aquela linda mulher, diga a ela que é culpa do aquecimento.
Imagine então, os terremotos do Haiti e Chile, que placas tectônicas que nada, adivinhem de quem é a culpa.

Um amigo do ECOTRETAS de Portugal, publicou em seu Blog um linck de um site maravilhoso, que colecciona as supostas desgraças atribuíveis ao Aquecimento Global e às Alterações Climáticas. O site é www.hootervillegazette.com/causedby.


A leitura deste site, permite-nos encontrar exemplos evidentes das consequências do Aquecimento Global e das Alterações Climáticas. Entre outras, as seguintes consequências que o site coloca, parecem-me evidentes (he, he, he...):




Vale a pena visitar o site é muito engraçado.

terça-feira, 16 de março de 2010

Maré alta na Barra de Imbé


Um verão perfeito do ponto de vista do clima está encerrando com chave de ouro.

As semanas finais do verão estão sendo muito iluminadas pelo sol, mar limpo, esverdeado, espuma branca e temperaturas amenas que já lembram o outono.


Hoje o vento leste trouxe o mar para cima, invadindo o rio.







Eu considero a Barra de Imbé, depois de Torres o local mais belo do Litoral gaúcho, além da riqueza da fauna marinha, não é dificil ver os botos correndo atras de Tainhas.

Habitam suas águas: sardinhas, bagres, corvinas, savelhas, pampos, papa-terras, peixe-rei, camarões, siri entre outros.

Mas hoje em especial a beleza foi ressaltada pela luminosidade do dia e limpeza das águas, quem conhece a barra sabe como é raro ela apresentar este esverdeado que as fotos mostram.


Com o vento leste, vieram as águas do oceano e entraram rio adentro com a maré de enchente, o que explica tamanha transparência das águas do rio como é chamado, mas geograficamente acho que é uma lagoa, este é um bom assunto para um próximo post, vou pesquisar.
Maré Alta assustou os pescadores

sexta-feira, 12 de março de 2010

Reflexões sobre o ensino da Biologia

A Biologia é recheada de nomes complexos, regras e conceitos. Se o aluno, apenas memorizar, repetir nomes e regras, perde-se o fundamento do ensino da ciência, que requer: observação, investigação, experimentação, para então, se estabelecer os conceitos.

Um dos temas mais divulgados pela mídia atualmente, é o aquecimento global, portanto, temos farto material de pesquisa. É dever do professor levá-los ao questionamento, através do contraponto.

Que devemos cuidar do meio ambiente é fato, mas será que todos os desastres climáticos tem como causa o aquecimento global? Será que realmente chove mais hoje em dia? ou a mesma chuva tem consequencias mais graves? será que realmente está mais quente? Talvez as enchentes sejam provocadas por lixo acumulado nos bueiros, talvez os rios estejam assoreados, represando as águas e também talvez seja mais fácil colocar a culpa no bode espiatório: " O Aquecimento Global", ao invés de se fazer os invetimentos necessários, ou ou acabar com a corrupção dos órgãos fiscalizadores do Meio Ambiente, que deixam os donos do poder económico poluir a vontade. Devemos instigar estes questionamentos para que cada um tire suas próprias conclusões, sempre norteadas pela ideia da defesa do Meio Ambiente.

Outro tema muito debatido é a utilização ou não de células -tronco, na medicina. O que nos remete ao tema: ética, propondo simulações teatrais com mesas de debate entre os alunos, que terão que pesquisar sobre o tema para defender suas opiniões.

- Que biologia interessa aos alunos de hoje?
Assuntos como gravidez na adolecência, sexualidade, o corpo e com ele: gordura, cor, velhice... e por ai trazer o debate sobre preconceitos.

Realmente, ... ao fazer essas análises, penso que não podemos perder tanto tempo exigindo que o aluno decore nomenclaturas e fórmulas, ele não tem que saber prioritariamente o nome da bactéria, mas sim as doenças que ela causa, como evitar ou, se for o caso, os benefícios que ela traz.

A biologia é uma disciplina que permite o debate de tantos temas atuais, que interessam aos jovens. A percepção desse fato não permite ao professor ficar preso a conteúdos e nomenclaturas, sob pena de tornar sua aula um momento de tédio.

quarta-feira, 10 de março de 2010

Ciclone se afasta rumo ao leste


Ontem havia uma situação de total alerta devido as últimas imagens da evolução do ciclone.

Pela manhã, ao me dirigir para escola, haviam nuvens extremamente carregadas cheguei a me preocupar com a possibilidade de vento, mas com o passar do tempo foram se dissipando.





Mesmo assim houve grande quantidade de chuva, com rápida duração hoje ao meio dia entre Capão e Imbé.







Mas para felicidade dos moradores do litoral norte gaúcho as últimas atualizações demonstram afastamento e distanciamento do ciclone em relação a costa.


Segundo a METSUL:


Atualização (10/03 - 10:41): Os últimos dados de best track confirmam a observação por satélite que o ciclone tropical se afasta para Leste. A estimativa pela escala de Dvorak caiu de 2.5 para 2.0, sinalizando que o ciclone não mais possui status de tempestade tropical, passando à condição de depressão tropical, ambos tipos de ciclone tropical. O NOAA passou a considerar o sistema de natureza tropical (T) e não mais subtropical (ST), classificação que a MetSuladotava desde ontem.

A tendência é o sistema seguir avançando para Leste, mas mantém-se o alerta de chuva forte a intensa localizada no Rio Grande do Sul, sobretudo no Leste, pela combinação de calor com elevadíssima umidade associada à circulação ciclônica.



Autor: Eugenio Hackbart




Atualização (10/03/2010 - 15:00): O sistema na costa gaúcha é nesta tarde uma tempestade tropical. Durante a amanhã, houve divergência entre os dados dos Estados Unidos acusando o sistema com 30 nós e 40 nós, mas todos os dados agora assinalam agora 40 nós de vento sustentado no centro do ciclone, fazendo com que ele se situe no patamar de tempestade tropical, o que é confirmado pela convecção que está sendo observada e o centro muito concentrado de instabilidade. A classificação na escala Dvorak voltou a subir para 2.5. A trajetória é para Sudeste do sistema, afastando-se um pouco mais do continente, mas muito lentamente.

Autor: Eugenio Hackbart

terça-feira, 9 de março de 2010

Alerta Máximo - Ciclone evolui de sub tropical para tropical


Segundo os principais sites de meteorologia o ciclone evoluiu para tropical nas últimas horas. As imagens são impressionantes. Vejamos o alerta atualizado pela METSUL:

Atualização (09/03 - 22:00): Os últimos dados de best track indicam que a intensidade do ciclone tropical, pela escala Dvorak subiu de 1.5 para 2.5 e que o vento contínuo no centro passou de 30 nós para 35 nós, ou seja, colocando o sistema já no nível de tempestade tropical. A intensificação do ciclone, preocupante, acompanha o aumento da convecção ao redor do olho. O seu posicionamento mudou muito pouco com pequena oscilação para Norte/Nordeste. O sistema está quase parado e whobbing, jargão usado na Meteorologia americana para designar estas pequenas flutuações de trajetória de um sistema tropical. Veja que nas últimas coordenadas do best track, das nove da noite, o ciclone tropical tinha se deslocado, em relação a três horas antes, de 30.0 Sul para 29.8 Sul e de 48.3 Oeste para 48.1 Oeste.

Prever a exata trajetória deste sistema é extremamente difícil, uma vez que ele não está se comportando exatamente conforme os modelos antecipam. Algumas simulações computadorizadas da tarde e do começo desta noite aproximavam o centro da baixa muito do continente junto ao Litoral Norte e algumas chegavam a posicionar o centro da tempestade sobre o continente, na orla, nesta quarta-feira. Trata-se de uma situação de dificílima previsão e de extrema aténção, devendo ser monitorada atentamente pelas autoridades, sobretudo do Litoral Norte. (Luiz Fernando Nachtigall / Meteorologista)



Autor: Eugenio Hackbart


Imagens do ciclone hoje: 09/03/2010



Ciclone, por enquanto passa longe da costa gaúcha


Ao contrário dos catarinenses, que tiveram transtornos devido ao ciclone subtropical que cruza a costa do sul do país, os gaúchos ainda não sentiram os efeitos do fenômeno. Hoje ao meio-dia quando voltava de Capão da Canoa, peguei uma chuva forte na estrada, mas nada de extraordinário.


E agora o tempo está ensolarado, sem vento, dá até para pegar uma praia aqui em Imbé, as fotos abaixo foram tiradas as 14h20min em frente a minha casa.


Estou fazendo essas colocações, porque parece hoje em dia que o clima é o grande vilão do planeta. O sensacionalismo em cima das tais mudanças climáticas é incrível, jornais com manchetes alarmistas, assustam a população, claro que existem sites sérios que procuram realmente prestar serviço alertando a população, mas outros só pulverizam terror em doses diárias.

Para os alarmistas tudo é culpa do aquecimento global, li, em novembro, nos jornais de circulação no RS, que após o vendaval de 19/11 e as chuvas de dezembro teríamos grandes prejuízos nas lavouras, semana passada leio nos mesmos jornais que a colheita do soja foi recorde no RS.

O velho clima continua o mesmo, calor no verão, frio no inverno, ventos, chuvas, tornados, tempestades e ciclones sempre vão acontecer, claro que agora todos tem um celular com filmadora ou camera fotográfica para registrar.

Aumentaram foram as consequencias, por isso o cuidado com o meio ambiente é fundamental. Os rios estão assoreados e represados pelo lixo, aumentando as enchentes. O desmatamento favorece esse assoreamento e ainda provoca deslizamentos.

Cuidando melhor da natureza suportaremos melhor os fenômenos meteorológicos.

Só que as vezes é mais fácil colocar a culpa no aquecimento global que provoca as tais mudanças climáticas.

Mas continuo atento para fúria do ciclone e a qualquer novidade estarei fazendo um novo post.

Essas são as últimas imagens de satélite que mostram o ciclone em alto mar.



segunda-feira, 8 de março de 2010

Fotos do Ciclone no Litoral Norte

Até agora os efeitos são bem fracos aqui no litoral norte, mas já se nota um aumento no nível do mar e uma maré de enchente do mar para o rio o que não é comum para o horário, as fotos foram tiradas as 18h e 30min, na praia em Imbé e na Barra Tramandaí/Imbé.







A noite volto ao rio para observar o comportamento da maré e registrar.

A chegada do Ciclone


Ainda pairam dúvidas entre os meteorologistas sobre a intensidade desde ciclone. Aqui no litoral, em Imbé, o tempo já fechou os ventos são moderados.
Mas em Santa Catarina Catarina foram registradas ondas de 2 a 3m, inclusive alguns tornados foram vistos.

Veja as imagens da agitação Marítima em SC.




Foto do mar agitado em Xangrilá agora a pouco





Atenção, atualização da METSUL, as 15h15min:

Atualização (08/3 - 15h15m): Acaba de ser publicado o boletim diário (reprodução acima) do NOAA, a agência de Meteorologia do governo dos Estados Unidos, para a América do Sul com grande ênfase no ciclone subtropical (fenômeno que nos Estados Unidos recebe nomes de pessoas quando se formam no Atlântico Norte) , nos seguintes termos: "O ambiente nos estados do Sul e do Sudeste do Brasil seguem favoráveis à manutenção de um ciclone subtropical nas próximas 24 a 36 horas. O sistema deve gerar um forte fluxo de umidade em direção aos estados do Sul (RS, SC e PR). Nestas áreas, o vento deve variar entre 35 e 55 nós com as rajadas mais fortes nas áreas mais elevadas da Serra do Mar. Agora esperamos volumes de chuva em 24 horas entre 75 e 125 milímetros com máximos localizados de até 250 milímetros sendo muito possíveis. A divergência de vento (shear) em níveis mais altos da atmosfera deve frustrar a formação de um ciclone tropical nos próximos dois dias. (...) Convecção severa é esperada à medida que a baixa pressão em altos níveis da atmosfera acentua a instabilidade convectiva no Sul do Brasil com risco de trombas d'água (tornados) na costa. Entre 60 e 84 horas, com o seu deslocamento para Leste e Sudeste, o ciclone deve passar a ser extratropical enquanto desenvolve características frontais no quarto dia".


Imagem de satélite do CETEP


O ciclone subtropical tem menor intensidade que o Tropical, que só é inferior ao furacão.

No final da tarde vou a barra de Imbé/ Tramandaí fazer alguns registro fotográficos e em seguida publicarei aqui.