quinta-feira, 29 de julho de 2010

Mídia Alarmista

A mídia alarmísta na intenção de obter seus lucros com filmes e venda de revistas jornais atrai anunciantes, sempre deixa a população apreensiva na iminência do fim do mundo, no início da década de 70 foi o resfriamento global, não aconteceu; depois a bomba atômica, não ocorreu; depois Bin Laden, Sadam Hussem; agora o Aquecimento Global e ainda tem 2012.

A farsa do aquecimento global, depois do climagate (, http://betoorcy.blogspot.com/2009/12/carta-aberta-cupula-do-clima-em.html ) está sendo desfeita.

2012 vai passar e o mundo não vai acabar.

Então já estão preparando o terreno para o futuro. Agora vai ser o choque de um asteróide.

Veja notícia do site TERRA:



O impacto pode causar extinção em massa, como o que teria acabado com os dinossauros

Foto: Nasa/JPL/Caltech/Divulgação

Cientistas alertaram que um grande asteroide pode atingir a Terra e estimam que o mais provável é que, se acontecer o impacto, ele ocorra em 24 de setembro de 2182. O asteroide, chamado de 1999 RQ36, tem uma chance em 1 mil de atingir a Terra antes do ano 2200, mas as chances dobram na data estimada. Maria Eugenia Sansaturio e colegas da Universidade de Valladolid, na Espanha, calcularam a data mais provável de impacto através de modelos matemáticos e publicaram a pesquisa no jornal especializado Icarus. As informações são do site do jornal britânico Daily Mail.
Pode parecer muito tempo, mas, de acordo com os pesquisadores, qualquer tentativa de desviar o 1999 RQ36 tem que acontecer com pelo menos 100 anos de antecedência para ter alguma chance de sucesso.
Descoberto em 1999, o asteroide tem, de acordo com a Nasa - a agência espacial americana -, 560 m de diâmetro. Segundo a reportagem, os cientistas afirmam que, com o seu tamanho, o 1999 RQ36 pode causar uma grande devastação e até extinção em massa.

terça-feira, 27 de julho de 2010

Amanhecer Gelado


A massa de ar polar que atua sobre o Estado desde o início da noite desta segunda-feira mostrou sua força na madrugada de hoje.
  • Vacaria registrou temperatura negativa e, até as 5h, cravava a menor mínima do país, com : -2,5ºC.
  • Cambará do Sul : -1,1ºC
  • Bom Jesus :-2,2ºC, também ultrapassaram a barreira do 0ºC.
Outros municípios chegaram perto da medição negativa:
  • Lagoa Vermelha (0,9ºC),
  • Santa Rosa (0,5ºC),
  • Quarai (0,3ºC)
  • Soledade (1ºC).
  • Porto Alegre marcou 5ºC.

Fonte:ZH

Temperaturas negativas retornam ao RS


O inverno de 2010 está querendo mesmo entrar na briga para ser um dos mais rigorosos dos últimos anos, estamos sofrendo com as baixas temperaturas desde o outono e, com exceção de uma semana de calor no início de Julho, as médias de temperatura estão muito baixas.


Parecia que o frio estava perdendo força, mas parece que mais uma massa de ar frio ira assolar o estado nesta semana, hoje já houve forte queda nas temperaturas.

Segundo a Central RBS de Meteorologia, hoje 26/07:

Madrugada tem risco de temperaturas negativas no Estado
Mínimas podem ficar alguns décimos abaixo de zero nos Altos da Serra, Campanha e Noroeste
A massa de ar polar que voltou a atuar sobre o Estado pode provocar temperaturas negativas na próxima madrugada em alguns pontos do Estado. Os termômetros devem ficar alguns décimos abaixo de zero em cidades dos Altos da Serra, como Bom Jesus, Cambará do Sul e São José dos Ausentes, além de pontos na Campanha e região Noroeste.

domingo, 25 de julho de 2010

E o óleo continua vazando...


A grande maioria dos ecologistas do planeta tem suas militâncias concentradas contra o aquecimento global, para andar na onda, ou atrair verbas.

Enquanto isso, os verdadeiros problemas ambientais, como desmatamento, assoreamento dos rios, falta de saneamento, esgotos "in natura" despejados em arroios e rios, má destinação de dejetos químicos industriais, continuam acontecendo.

E... apesar de poucos lembrarem, o óleo continua vazando no Golfo.

A dificuldade e as restrições a aproximação de repórteres e fotógrafos, dificulta o registro de imagens, consegui algumas no blog ( Washington's blog) algumas fotos.

Ermitões, cobertos de óleo na costa da ilha de Grand Terre Barataria Bay


Os peixes mortos na Ilha Grand



Filhote de pássaro preso em uma mancha de óleo na praia de Grand Isle, com os peixes nas proximidades abandonado pela mãe do pássaro




Óleo sobre a superfície do Golfo do México, bloqueando a luz solar necessária pelo fitoplâncton e plantas


Claro que essas fotos não representam nada, na relação da gravidade do problema, mas ilustram a mortandade de animais que está ocorrendo na região, principamente a morte do Plânctom, base da cadeia alimentar dos animais marinhos.


sexta-feira, 23 de julho de 2010

Informações e fotos sobre o tornado em Canela

Imagem de Guerra em Canela
Um tornado pode variar de intensidade durante seu percurso, por isso o grau de destruição provocado pelo tornado foi diferenciado nos lugares onde passou, analisando as fotos, a equipe da METSUL concluiu que em alguns lugares ele chegou a categoria F3, na escala Fugita.
A escala Fujita (ou Fujita-Pearson Tornado Intensity Scale) é a escala que mede a intensidade dos tornados, batizada com este nome em homenagem ao falecido cientista de tornados, Dr. Ted Fujita da Universidade de Chicago.
Os tornados são medidos pela quantia de estrago que eles causam, e não pelo seu tamanho físico. Também é importante lembrar-se de que o tamanho de um tornado não é necessariamente uma indicação de sua ferocidade. Tornados grandes podem ser fracos, e tornados pequenos podem ser violentos.

ESCALA FUJITA
  • Tornado F0: Velocidades de vento inferiores a 117 km/h. Normalmente causam poucos danos.
  • Tornado F1: Velocidades de vento entre 117 e 180 km/h. Até mesmo estes tornados podem levantar telhas e mover carros em movimento para fora da estrada. Trailers podem ser tombados e barracos podem desmoronar.
  • Tornado F2: Velocidades de vento entre 182 e 252 km/h. Os telhados de algumas casas começarão a levantar e os trailers/casas móveis que estiverem no caminho do tornado serão demolidos. Este tornado também pode soprar vagões de trem para fora de seus trilhos.
  • Tornado F3: Velocidades de vento entre 253 e 333 km/h. Árvores pesadas serão levantadas com raiz e tudo, e paredes e telhados de edifícios sólidos serão arrancados como palitos de fósforos. Isto é um tornado severo.
  • Tornado F4: Velocidades de vento entre 334 e 419 km/h. Motores de trens e caminhões de 40 toneladas serão arremessados como brinquedos. Haverá devastação total.
  • Tornado F5: Velocidades de vento entre 420 e 511 km/h. Tornados com esta intensidade destroem tudo em seu caminho. Os carros são arremessados como pedras para centenas de metros, e edifícios inteiros podem ser levantados do chão. A força é semelhante à de uma bomba atômica.
Árvores quebradas ao meio




Casas detruidas como isopor



Estruturas de metal dobradas como papel









Telhados e postes arrancados inteiros como palitos




quinta-feira, 22 de julho de 2010

Tornado em Gramado e Canela pode ter tido vento de 200Km/h

Eu assistia ao jogo do Internacional em Capão da Canoa, portanto era em torno de 20h, quando passou um vento rápido e muito forte na cidade, durou no máximo 5min. Eu imaginei que poderia ser um resíduo de algo muito forte que ocorrera em algum lugar, no intervalo liguei o rádio e a repórter narrava estarrecida os estragos feito por um vendaval muito forte em Canela.

Pensei que, se a descrição dela correspondesse a realidade, esse vendaval deveria ter sido um tornado.

Hoje veio a confirmação, foi realmente um tornado que passou nas cidades serranas.

Veja o que diz a METSUL:

MetSul Meteorologia não têm dúvidas de que um tornado passou pela região entre Gramado e Canela, tanto que os jornais atendidos por nós (Grupo Sinos e Correio do Povo) já saíram hoje com a notícia de tornado na capa e não com múltiplas hipóteses para o fenômeno em seu noticiário impresso.

Os danos de ontem à noite repetem imagens muitas vezes vistas antes em tornados no Rio Grande do Sul. Todas as características sinalizam inequivocadamente para um episódio tornádico como concentração de danos numa faixa, severidade dos estragos e relatos de moradores de que o vento intenso durou menos de um minuto, 40 segundos em muitos depoimentos.

Há um dado meteorológico relevante. Enquanto a estação automática do Inmet registrou vento de 124 km/h, uma outra estação automática, essa pessoal, instalada no Condomínio Quinta da Serra, a apenas 450 metros de distância do equipamento governamental, não acusou nada de vento intenso, confirmando a idéia de tornado e descartando completamente a possibilidade de microexplosão.

Veja algumas fotos com as imagens da destruição causada pelo tornado:


























terça-feira, 20 de julho de 2010

Frio Histórico mata mais de 2000 bovinos no Mato Grosso


A onda de frio histórica na América do Sul já ultrapassou a linha do Equador, locais onde nunca faz frio, desta vez também foram atingidos.


É o caso do Mato Grosso do Sul, que teve temperaturas em torno do 0ºC nesta semana.


Segundo a METSUL:


O frio segue sem dar trégua há vários dias no Mato Grosso e no Mato Grosso do Sul, o que é incomum. Pelo menos duas mil cabeças de gado já teriam morrido em razão da onda de frio no Mato Grosso do Sul. Nas cidades de Porto Murtinho, Caracol e Bela Vista, são pelo menos 350 registros de cabeças de gado perdidas. Já em Caarapó e Antônio João são outros 700 animais mortos. O número pode ser maior já que há outras mortes que ainda não foram contabilizadas.


Em Iquitos, no Peru, fez 14,2ºC ontem e 15,5ºC nesta segunda-feira. No Paraguai, o problema se repete. De acordo com a Associação Rural Paraguaia, pelo menos mil cabeças de gado pereceram com a baixa temperatura. Na Bolívia, o inusitado. De acordo com a imprensa local, nevou no Chaco boliviano. Nunca antes se tinha visto o fenômeno, informou a Rádio Paparetí.

sábado, 17 de julho de 2010

Em tempos de Aquecimento Global...

Apesar do escândalo do Climagate e de, a cada inverno, nos dois hemisférios, as temperaturas baterem recordes negativos, continua a insistência com o aquecimento global.


Capa da Zero Hora de Hoje
As temperaturas globais quando não são manipuladas, são medidas por termômetros inconfiáveis.
Tudo para manter firme a indústria do aquecimento global, que impede o crescimento dos países em desenvolvimento (que são obrigados a diminuir as emições de CO2), freando o crescimento, enquanto os EUA, continuam produzindo sem limites.

Além disso essa indústria, sustenta diversas ONGs, ecologistas da treta e empresas de soluções climáticas como a de All Gore (garoto propaganda do aquecimento).
O aquecimento ainda serve de desculpa para governos que não investem em saneamento e sofrem com enchentes, que não fiscalizam o desmatamento.

Enquanto isso, estamos aqui passando o maior frio, com um dos invernos mais rigorosos dos últimos anos e tendo que ouvir que o planeta está esquentando.
Frio no inverno, calor no verão. Querem me convencer que o clima está mudando, nunca as estações estiveram tão definidas.
A mídia confunde a cabeça da população, que acha que terremotos acontecem por causa do aquecimento, que nunca choveu forte antes e que tornado foi inventado agora.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Encerramento do projeto copa



Não deu... No futebol perdemos, mas tudo tem um lado positivo.

Ganhamos no aprendizado, as escolas que souberam explorar esse momento obtiveram ótimos resultados na aprendizagem, pois todos estão ligados na copa, é o momento de fazer com que os alunos aprendam mais sobre os costumes, a economia, enfim todos os aspectos dos países participantes.

Minha escola, o Divina Providência de Capão da Canoa-RS, iniciou esse projeto há uns 2 meses atrás, (http://betoorcy.blogspot.com/2010/06/copa-na-escola.html) com os alunos pesquisando e coletando dados para culminar nesse final.

As apresentações foram no salão da escola, tudo foi montado pelos alunos, esse é o valor do projeto.

























É um trabalho gratificante pela alegria dos alunos em fazê-lo.




quarta-feira, 14 de julho de 2010

Temperaturas da Terça


A terça-feira foi muito fria, veja as temperturas abaixo:
  • -0,4ºC em São José dos Ausentes — sensação térmica de -17°C

  • 0°C em Vacaria — sensação térmica de -7°C

  • 4,8°C em Canguçu — sensação térmica de -8°C

  • 1,4°C em Canela — sensação térmica de -7°C

  • 3,7°C em Bento Gonçalves — sensação térmica de -4°C

  • 4,3°C em Passo Fundo— sensação térmica de -5°C

  • 2,3°C em Lagoa Vermelha— sensação térmica de -4°C

  • 7,7°C em Porto Alegre -— sensação térmica de 1°C

O frio intenso no Estado hoje fez com que a temperatura máxima não ultrapassasse os 10ºC em nove cidades. Segundo a Central de Meteorologia da RBS, a maior temperatura no RS foi registrada em Torres: 15,4°C.
Das 21 estações oficiais do Inmet, a menor foi a registrada em Cambará do Sul, sendo a temperatura mais baixa do ano no Brasil.
Fonte: ZH

terça-feira, 13 de julho de 2010

Mapa da Massa de Ar Frio


Estou no Litoral norte, bem a leste do RS. A frente fria entrou pelo oeste, então fomos os últimos a sentir sua força. O dia amanheceu ensolarado em Imbé, mas o frio era muito intenso. Os relógios da rua marcavam 5ºC, acredito que por causa do forte vento a sensação se aproximou de 0º.


Mapa da entrada da Massa de Ar Frio:








Fotos da Frente fria no Chile e Argentina



A página do Serviço Meteorológico Nacional da Argentina reportou neve misturada à chuva no começo desta noite em Mar Del Plata, onde nos últimos 20 anos somente há registros de neve em 1991, 2004 e 2007.
Na próxima postagem estarei coletando dados sobre o primeiro dia da massa de ar frio no RS.