quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Reprodução das Bactérias

Eu estava dando minha aula no Universitário, curso pré vestibular.

Falava sobre a evolução, fui indagado por um aluno que perguntou se a reprodução assexuada desfavorecia a evolução de uma espécie, eu disse que sim. Usando o exemplo das bactérias.

Após uma aluna me falou que havia lido em um livro que as bactérias se reproduziam de forma sexuada.Tive que recorrer aos livros.

Consultei um livro que gosto muito:

-BIOLOGIA DOS ORGANISMOS, Amabis e Martho, Volume 2, ed. Moderna

Lá encontrei: Na página 64

Reprodução das Bactérias

As bactérias apresentam reprodução assexuada por divisão binária:

A Bactéria divide seu cromossomo, dando origem a duas idênticas a ela.



Recombinação Gênica

As bactérias não apresentam reprodução asexuada, mas podem ocorrer mistura de genes entre indivíduos diferentes, o que é chamado recombinação gênica, que pode ocorrer de 3 maneiras:

Transformação Bacteriana

A transformação ocorre pela absorção de moléculas ou fragmentos de moléculas de DNA que estejam dispersas no ambiente.



Essas moléculas ou fragmentos são ´provenientes de moléculas mortas ou decompostas.


Transdução Bacteriana

Consiste na transferência de segmentos de moléculas de DNA de uma bactéria para outra, tendo como vetor BATERIÓFAGOS (semelhante a estrutura dos vírus), isso ocorre porque os bateriófagos podem, eventualmente incorporar pedaços do DNA bacteriano e quando são liberados, infectar outra bactéria, transferindo a ela os genes bacterianos que a incorporavam.


Conjugação Bacteriana

Consiste na transmissão de DNA diretamente de uma bactéria doadora para uma receptora, através de um tubo de proteína denominado "pili", que conecta duas bactérias. Não há formação de gametas, nem processo sexual, não havendo machos nem fêmeas, como se acreditava até a década de 50.

Foto aumentada ( Bacilos)

Representação

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Longo e frio inverno de 2010, se despede com muito vento

Que inverno!!!

Frio constante e temperaturas negativas recordes no estado.

Neve na serra em Agosto
Neve como não se via a mais de 40 anos.

Quem quiser lembrar, pode acessar o linck ( http://betoorcy.blogspot.com/search/label/Inverno%202010 )

Como se não bastasse, seus últimos suspiros vem em forma de fortes rajadas de vento e temporais espalhados pelo Rio Grande do Sul.

Passo Fundo- Hoje
 Foi registrado vento de mais de 129 km/h e existe o alerta para temporais isolados para todo o Estado, é o que diz a central de meteorologia da RBS.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

20 de setembro


Hoje é feriado aqui no Rio Grande do Sul, dia do Gaúcho.

O mês de setembro tem uma grande importância para o Rio Grande do Sul. 20 de Setembro é a data máxima do Estado e do nosso povo. Neste dia, em todos os recantos, os gaúchos reverenciam a Revolução Farroupilha - marco da história e da formação política da sociedade rio-grandense - suas causas e ensinamentos.


Data transformada em feriado, por decisão da Assembléia Legislativa, a partir de Lei aprovada no Congresso Nacional, em 1996, que estendeu a mesma possibilidade a todos os Estados, o 20 de setembro é uma data que aprofunda o espírito de solidariedade, de ação unitária e coletiva e de patriotismo do povo gaúcho!





Passamos a semana toda mobilizados nas escolas, comemorando a semana farroupilha que culmina hoje no 20 de setembro, data do término da revolução farroupilha, insurreição do estado contra o império.

Permitimos o chimarrão durante as aulas, vai ser difícil tirar dos alunos esse hábito daqui para diante.

Fomos com os alunos na ronda da chama crioula.

Fizemos almoço de carreteiro.

O fenômeno que me chamou muito a atenção na escola esta semana foi um fato ocorrido no hasteamento das bandeiras do Brasil e do RS, durante a execução dos hinos.

Quando executado o hino Brasileiro, os alunos cantavam normalmente, mas quando iniciava a execução do Hino Riograndense, os alunos gritavam com orgulho a letra, abafando inclusive o som emitido pelas caixas.

Não estou louvando o fato, ele tem lados positivos e negativos, pois é legal ver jovens valorizando sua terra e as tradições do local onde vivem, mas claro que é nosso dever não provocar disputas e comparações com o resto do Brasil, pois somos brasileiros acima de tudo.


terça-feira, 14 de setembro de 2010

Estão abandonando o Aquecimento global

Site terra

Sempre leio os principais sites principalmente nos lincks referentes a notícias da área cientifica.

A algum tempo atrás de cada cinco manchetes, uma se referia ao aquecimento global. No site terra eram diárias as referencias sobre este assunto.

A anos que ouvimos notícias sobre o avanço dos oceanos, o degelo dos pólos e outras catástrofes.

Com o passar dos anos não há evidências de aumento da temperatura global, pelo contrário: apenas desconfianças sobre a veracidade nas medições de temperaturas e nos dados apresentados.
Não há evidências, nem consenso sobre se as reais causas dos desastres ambientais que aconteceram no passado recente. O assoreamento dos rios, o crescimento das cidades sem planejamento, a falta de destino adequado para os resíduos sólidos parecem motivos bem mais palpáveis e reais.

Talvez por tudo isso as notícias sobre o aquecimento global tenham escasseado nos principais sites.

Na globo, foi veiculada uma reportagem sobre a seca no pantanal, incrivelmente durante todo o decorrer da notícia, não se falou em aquecimento global, nem mudanças climáticas, e sim sobre a construção de uma estrada que bloqueou os afluentes que abasteciam o banhado. Ótimo enfoque, pois temos que atacar as reais causas desses desastres ambientais.

No terra a última notícia sobre o assunto foi no dia 30 de agosto e tratava sobre a o conselho da ONU, apontando mudanças no IPCC, painel que trata das mudanças climáticas, aliás assunto que vamos tratar em outro post.

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Engarrafamentos na China



Um leitor interessado enviou-me (para o Blog: ECOTRETAS) uma notícia interessantíssima, uma mais relativa aos aspectos surpreendentes que acontecem na China, mas que muitas vezes nos escapam a nós ocidentais.
A notícia é relativa a um gigantesco engarrafamento que tem acontecido na China nas últimas semanas, que ultrapassa os 100 Km, na auto-estrada entre Pequim e a Mongólia. As culpas dividem-se entre as obras e os camiões de carvão, e tudo começou a 14 de Agosto, com dias a registarem avanços de menos de um quilómetro, e alguns condutores a dizerem que levaram 5 dias a ultrapassar a confusão.Perante estas grandes confusões, muitos dos ecologistas a que estamos habituados, teriam grandes "oportunidades de negócio" para aquelas paragens...
Mas onde estão eles? Alguém os ouve a respeito destes casos??? Ou será que vão a caminho? Pode ser que estejam no meio do engarrafamento, caladinhos!
Pois é amigo, talvez estejam lá pregando que o peido das vacas é altamente prejudicial ao aquecimento global.
Ou ainda, esperando a autorização das indústrias automobilísticas, para se mobilizar exigindo criação de transportes alternativos.

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

O menor homem do mundo


Ainda existem pessoas que, por diversos motivos principalmente religiosos, contestam a teoria da evolução. Todas as espécies sofrem mutações, aumentando sua variabilidade genética. Essas características quando escolhidas pela seleção natural, são incorporadas a espécie, modificando-a com o passar do tempo.


Digo tudo isso por que, as vezes em sala de aula encontro resistência dos alunos em aceitar as teorias genéticas e evolutivas, justificando tudo pelo sobrenatural ou pela religião.


Quando leio sobre uma curiosidade da genética como esta, procuro levar ao conhecimento dos alunos.


O MENOR HOMEM DO MUNDO


Edward Nino Hernández, 24 anos, mede apenas 70 cm de altura e é Colombiano. O livro dos recordes acaba de certificá-lo como o menor homem do mundo.


— Ele parou de crescer aos dois anos, disse Noemí Hernández, mãe de Edward. O antigo dono do recorde era He Pingping, da China, que era apenas quatro centímetros maior que Edward. O chinês morreu no ano passado. Mas, o reinado de Edward pode ser curto.


Um jovem do Nepal, Khagendra Thapa Magar, completa 18 anos em 14 de outubro. Ele tem 56 cm de altura e é reconhecido como o menor adolescente do mundo.


Os pais de Edward afirmam que os médicos nunca conseguiram explicar porque o filho deles é tão pequeno. Naomí Hernandez, 43 anos, diz que Edward nasceu com apenas 1,5 kg. Médicos a Universidade Nacional da Colômbia estudaram o bebê até os três anos e depois perderam o interesse pelo caso, relata.


— Estou feliz porque sou único — disse Edward em uma entrevista.

domingo, 5 de setembro de 2010

Versões alarmistas sobre a extinção dos Limulus (caranguejo-ferradura)



Li esta notícia no site: Terra



O límulo, mais conhecido como caranguejo-ferradura, é mais uma espécie que passa a correr risco de extinção com as mudanças climáticas na Terra. Animais de porte maior passaram a caçá-los com o sumiço de espécies que costumavam ser suas presas. Além disso, sofrem com o aumento da pesca em regiões na quais vivem. As informações são da Discovery News

.
Equipe do Instituto de Vistorias Geológicas dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês) visitou locais em que caranguejos-ferradura vivem e encontraram ligações entre as mudanças de clima e o declínio do número de caranguejos vivos.


Os caranguejos-ferradura, além de límulo, também são conhecidos como fósseis vivos, por seu formato, e são uma das espécies mais antigas vivas no planeta. Praticamente não mudaram desde que surgiram á 400 milhões de anos. Vivem na Ásia e nas Américas.


Um dos motivos, segundo cientistas, para tanto tempo de sobrevivência é a genética da espécie. Porém, este novo estudo do USGS mostra que esta falta de evolução traz prejuízos, que culminam na falta de adaptação ao clima atual.


Além deste problema, o crescimento do nível do mar faz com que os caranguejos-ferradura vivam em comunidades isoladas, diminuindo o poder de evolução conjunta.




Grifei algumas maravilhas dos alarmistas:



- Primeiro: Como, um animal que passou por fases de grande instabilidade da crosta terrestre, pela era do gelo, pelo aquecimento global a idade média, agora vai sucumbir perante uma suposta elevação de 0,5ºC na temperatura.



- Segundo: As mudanças do clima provocaram a diminuição do número de Limulos, um animal de 400000 anos de existência deve ser muito sensível a estas grandes mudanças climáticas.




- Terceiro: O crescimento do nível do mar está influenciando, bem, antes deve ser dito onde o mar está crescendo, moro em Imbé no litoral, cidade que conheço a 40 anos, aqui não cresceu nem 1mm, deve ter locais no planeta onde o mar subiu, como também outros locais onde desceu, devido as mudanças naturais na crosta, mas mudanças significativas para levar a extinção um animal de 400.000 anos...



A verdadeira causa dessa diminuição no número de exemplares dessa espécie está na captura pelo próprio homem, devido ao alto valor desses animais na medicina. Até para transformá-los em pó e servir de alimento ao gado, o homem os captura.




Os alarmistas não tem limites para tentar nos empurrar o aquecimento global goela abaixo, ainda mais depois da descoberta da fraude nas temperaturas e agora que até a ONU está aconselhando mudanças no IPCC.