terça-feira, 29 de agosto de 2017

Formação de um furacão

Furacões e tufões são fenômenos iguais, surgem da mesma forma. Os dois nascem em regiões oceânicas onde a água do mar está com temperatura acima de 27°C. Mas o nome muda de acordo com a região do planeta onde estes fenômenos se formam.



Veja o vídeo:


quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Os 40 anos da Maré Vermelha - Tragédia do Hermenegildo

Trabalhando em sala de Aula o assunto: Reino Protista, em específico  sobre as Algas Pirrófitas, lembrei do fenômeno acontecido em 1978 na Praia do Hermenegildo, no litoral sul do RS.

Há quase 40 anos atrás ocorreu no RS, mais especificamente na praia do Hermenegildo, a maior do mundo em extensão, localizada perto da praia do Cassino em Rio Grande, litoral Sul do RS, uma incrível mortandade de peixes.


Eu era bem piá, mas devido a vasta cobertura em rádio e televisão sobre o fato, tudo ficou muito marcado na minha cabeça e tenho certeza que todos os gaúchos com mais de 45 anos tem isso muito presente na memória.


Foram toneladas de peixes mortos, o cheiro era insuportável e a remoção quase impossível, devido a quantidade.


A coloração da água do mar ficou com tons avermelhados, por isso o fenômeno foi chamado:

- MARÉ VERMELHA.

Todos ficaram com medo de entrar no mar por algum tempo, não se sabia a causa exata do fenômeno, muitos achavam que era poluição, outros responsabilizaram o acidente com a carga de um navio Uruguaio, que continha soda caustica e produtos químicos.


Amostras recolhidas pela UFPel, indicavam a presença de um gás o: ISOTIOCIANATO DE METILA, porém pela versão oficial o efeito desse gás não traria problemas de tal proporção.


A verdade é que as investigações foram muito prejudicadas pelo fato de o Brasil estar vivendo nessa época um regime de ditadura Militar.

O que ficou como versão sobre o acontecimento foi que o responsável sobre a mortandade foi um fenômeno natural denominado maré vermelha.




Quem quiser aprofundar um pouco mais a leitura sobre o assunto indico o blog: http://goncalodecarvalho.blogspot.com.br/2014/03/lembrando-hermenegildo.html

Recuo do Mar no Litoral Norte Gaúcho

Entre os dias 12 e 13 de agosto de 2017 aconteceu um fenômeno raro, pois desde de o tempo que estou morando aqui no litoral, isso fazem 10 anos, não me lembro de tal fenômeno  com tamanha intensidade.

Esperei o posicionamento dos principais sites de meteorologia para poder me manifestar, pois várias teorias arrolaram sobre o assunto.


Plataforma de Tramandaí
A mais forte das teorias foi a que o recuo precedia um  Tsunami que ira acontecer na costa Brasileira, inclusive com previsão da NASA.

Passado o susto, ouvi a até que a responsabilidade sobre o evento teria origem extraterrestre.

Inclusive que era um prenúncio da vinda de Jesus.

É exatamente nesses momentos que os sensacionalistas vem a tona em busca de audiência, prestando um desserviço e causando pânico na população.

Na verdade, tudo não passou de uma soma de fenômenos, entre eles:

- Maré muito baixa.
- Insistente vento de norte a leste com velocidade entre 80 e 100 km/h, empurrando as águas no sentido leste.

Tai o vídeo que fiz no canal do You tube, mostrando fotos e com uma breve explicação.


sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Ressaca e Vento no litoral Gaúcho


A atuação de um ciclone no oceano afastado da costa e um intenso anticiclone pós-frontal geram um swell com período de pico de 13 s, que junto a uma pista de ventos fortes de nordeste são responsáveis por uma intensa agitação marítima que atinge a costa do RS e sul de SC com ondas de sudeste/leste de até 4/4.5 m. O intenso swell também atinge a costa norte de SC, PR, SP e RJ com ondas de sudeste de até 3.5/4 m. A situação é de ALERTA devido ao alto risco de ressaca em boa parte da costa do RS até RJ. Entre o sábado(12/08) e domingo(13/08), a pista de ventos fortes de nordeste deverá manter a agitação marítima na costa do RS e sul de SC com ondas de leste/nordeste com alturas de até 3.5/4 m. Ondas altas de até 6 metros serão observadas em oceano aberto, na altura do RS.  (CEPTEC)

Fios caídos em Imbé

Ondas na Plataforma de Tramandaí


Omdas devem chegar a 5m e os ventos até 70 Km por H.


Ressaca e Vento no litoral Norte RS

A atuação de um ciclone no oceano afastado da costa e um intenso anticiclone pós-frontal geram um swell com período de pico de 13 s, que junto a uma pista de ventos fortes de nordeste são responsáveis por uma intensa agitação marítima que atinge a costa do RS e sul de SC com ondas de sudeste/leste de até 4/4.5 m. O intenso swell também atinge a costa norte de SC, PR, SP e RJ com ondas de sudeste de até 3.5/4 m. A situação é de ALERTA devido ao alto risco de ressaca em boa parte da costa do RS até RJ. Entre o sábado(12/08) e domingo(13/08), a pista de ventos fortes de nordeste deverá manter a agitação marítima na costa do RS e sul de SC com ondas de leste/nordeste com alturas de até 3.5/4 m. Ondas altas de até 6 metros serão observadas em oceano aberto, na altura do RS.  (CEPTEC)






Plataforma de Tramandai





                                                 Os Ventos serão de até 70 km.h


Fios caidos em Imbé


terça-feira, 1 de agosto de 2017


Fizemos em sala de aula, no 1º Ano do Ensino Médio do Instituto Divina Providência, observação de células epiteliais, retiradas da bochecha dos alunos.

O passo a passo da confecção das lâminas segue no vídeo abaixo: