quarta-feira, 31 de agosto de 2011

INVERNO IMPLACÁVEL e o AQUECIMENTO GLOBAL

Como todos sabem sou cético quanto ao aquecimento global antropogênico. Baseado no que tenho observado, lido e em opiniões de meteorologistas e cientistas, formei minha opinião sobre o assunto.

Acredito que a indústria do Aquecimento Global sustenta muitas ong's e entidades ambientais, que até já sabem que essa teoria não se sustenta mais, mas não querem perder os incentivos para pesquisa e combate ao suposto aquecimento.

O mais grave é que esta concentração no Aquecimento Global, desvia o foco das verdadeiras agressões ambientais, como a poluição e assoreamento dos rios, desmatamento, falta de saneamento das grandes cidades e moradias em lugares inadequados.

Fato mesmo é que o Aquecimento, que de fato houve, devido a mudanças naturais de nosso planeta, acabou em 1998, segundo o mais reconhecido meteorologista do país Luis Carlos Mollion:


Mas fato é que nossos invernos estão a cada ano mais frios, me inspirei em uma matéria que saiu na Zero Hora de ontem 30/08 para fazer essa postagem:

Inverno mais rigoroso da década

A 17 anos não nevava tanto

A 11 anos não fazia uma sequencia tão grande de dias abaixo de zero grau

Temos que parar com essa idéia insistente de aquecimento global e canalizar os recursos destinados a combatê-lo para o combate as reais causas de degradação ambiental em nosso planeta.
                                

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Vizinho Inesperado

Em frente a minha casa tem uma bela lagoa chamada "Lagoa da Fonte".

Lugar muito agradável, ótimo para uma caminhada, um mate pela manhã ou no final da tarde.

Estou acostumado com patos, marrecos, quero-queros  e uma diversidade de aves que fizeram do local seu habitat.


Mas hoje notamos um novo habitante da lagoa.




Passando pela lagoa em direção ao ginásio de esportes, levando meu filho ao Futsal, ele me chamou atenção:

 - Pai, tem algo se mexendo na vegetação do lago.




Fomos até lá e não acreditei no que vi, uma enorme capivara, ali se alimentando da vegetação.



 Agora tenho uma preocupação, pois o animal é muito manso, alvo fácil para qualquer pessoa que queira fazer dele um churrasco.

Segundo pessoas que estavam próximas, as entidades ambientais já foram avisadas, mas fizeram pouco caso.



Amanhã avisarei o CECLIMAR, órgão ligado a UFGRS com sede aqui no município de Imbé-RS.




E que o novo vizinho seja bem vindo e tenha vida longa.


 Aviso aos caçadores: A carne de porco é bem mais saborosa e tem um açougue a 200m da lagoa.


segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Desenhos em sala de aula III

Cada vez mais me convenço, fazer o aluno desenhar em seu caderno é um ótimo meio de fazê-los entender e aprender vários temas em Biologia.

Tenho me aventurado em desenhar no quadro:





Estou surpreso com meus progressos, citando Skinner - as pedagogas vão me matar agora- O aprendizado também se dá pela repetição, comigo tem funcionado, quanto mais desenho, melhor fico.

Mais alguns:
Sistema Reprodutor - Minhoca




domingo, 28 de agosto de 2011



Imagem do furacão Irene.




O furacão Irene foi rebaixado para a categoria de tempestade tropical neste domingo e afeta Nova York com ventos de 104 km/h, informou o Centro Nacional de Furacões (NHC), mas ainda continua sendo uma poderosa tormenta que já inundou áreas baixas de Manhattan e provocou muitos prejuízos.

O NHC, com sede em Miami, rebaixou o Irene da furacão de categoria 1 para tempestade tropical em seu boletim das 13h00 GMT (10h00 de Brasília).

— Irene se debilitou a tempestade tropical e a intensidade estimada em terra é de 104 km/h — afirma a nota do NHC.

— O centro do Irene se movimenta sobre a cidade de Nova York — completa.

O fenômeno afetou os arranha-céus de Nova York e provocou uma grande inundação nas áreas baixas de de Manhattan e comunidades periféricas, depois de deixar um balanço de pelo menos nove mortos na passagem pela costa leste dos Estados Unidos. (Fonte: ZH)

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

O epicentro do terremoto nos Estados Unidos

O epicentro do terremoto em solo americano na imagem abaixo:


Terremoto incomum nos Estados Unidos



Terremotos no Estado da Virgínia, como o que aconteceu nesta terça-feira, de 5,8 graus na escala Richter, não são comuns.

De acordo com o sismólogo e professor da Universidade de Brasília (UNB), Lucas Vieira Barros, o local do tremor — que teve o epicentro a 47 km de Charlottesville, Virgínia, e a 139 km de Washington — está distante das bordas de placas tectônicas, em uma região intra-placa, com sismicidade baixa.



— Não podemos dizer que é uma região que não tem terremotos, já que desde o século 18 vários tremores foram registrados. No entanto, a incidência é bem mais baixa que em outros locais dos Estados Unidos — explica o professor.

Ele também esclarece que, justamente por estar longe das bordas das placas tectônicas, a região dificilmente registrará um tremor de intensidade próximo a sete graus na escala Richter.

O professor ainda salienta que réplicas de menor intensidade poderão ocorrer nas próximas horas ou dias.

— Porém, não há como prever quando estas réplicas vão acontecer — destaca o professor.

O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) informou que o terremoto foi o mais forte registrado no Estado da Virgínia desde maio de 1897, quando um tremor de 5,9 graus sacudiu o Condado de Giles, perto do extremo oeste do Estado.

— Este é um dos maiores terremotos na costa leste em muito tempo, em muitas décadas pelo menos. Não é sem precedentes, mas é um dos maiores que já tivemos — disse Lucy Jones, porta-voz do USGS à CNN.



Fonte: ZH

Dessalinizador reciclado

Ensinei ao alunos da 8ª série da escola Divina Providência o processo da DESTILAÇÃO e pedi a eles que fabricassem destiladores com material alternativo.

No dia marcado fomos ao laboratório da escola e os resultados foram acima do esperado.



Destilador feito com Mangueira e garrafa pet


Destilador feito com garrafa pet, mangueira e lâmpada, esse me surpreendeu



Tirando o sal da água do Oceano Atlântico


Para nós é simples imaginar que o sal da água do mar está misturado e dissolvido, mas para os alunos foi  surpreendente ver o sal separado da água.
Todo resultado foi obtido com seu próprio trabalho e criatividade, o que torna ainda mais concreto o aprendizado.

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Descaso no Litoral Norte

A beira mar em Imbé está atirada. O poder público que  no verão não fez a manutenção das vias públicas, agora no inverno largou tudo de mão.


Água acumulada no desnível da pista, criadouro de mosquitos.




Buracos e sujeira por toda a pista.


Areia cobrindo todo o calçadão.





Lixo, sujeira por todo o lado 



Quiosques em ruínas.

É triste ir até a beira da praia em Imbé. onde está indo o IPTU, ISS, FPM, e todos os impostos arrecadados? Já que esse descaso não está apenas à beira mar, mas por toda cidade, não há investimento nenhum. Não entendo essa matemática, só entra e não sai nada...

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

Alho contra o Aquecimento Global

Não sei se acho graça ou choro, as propostas são engraçadas, mas o dinheiro gasto com pesquisas contra o suposto aquecimento global, indigna.

(Não deixem de assistir o vídeo no final)

O aquecimento é a maior teta, onde mamam ONG's e cientistas.

Para deter os "nocivos" peidos das vacas, os cientistas estão propondo alimenta-las com alho, imaginem o gosto do leite e o bafo das coitadas.



Vi este post no blog português ECOTRETAS:

A perseguição das vaquinhas é muito típica dos alarmistas do Aquecimento Global. Tudo porque elas produzem um pouquinho de metano, que para esses alarmistas é ainda pior que o maldito CO2. E este alarmismo continua a ser reciclado, como o prova a reportagem abaixo da Euronews, emitida a semana passada. Qual é o segredo? É que estes cientistas andam a gastar uns milhões de libras, há vários anos, a ver como se reduz as emissões de metano, com alho! Como todos nós sabemos, e se sabe desde a Idade Média, o alho tem potentes propriedades antimicrobianas, mas estes cientistas andam obviamente a re-inventar a roda!



terça-feira, 2 de agosto de 2011

Neve em Porto Alegre, será?

Saiu no site da Zero hora hoje: Eu  duvido que seja neve


Moradores da zona sul da Capital relatam chuva fina e gelada que aparenta ser neve


Moradores da zona sul de Porto Alegre relataram a ocorrência de uma chuva fina e gelada na manhã desta terça-feira. A impressão era de que pudesse ser neve. No entanto, a meteorologista Estael Sias, da Central RBS de Meteorologia, diz ser improvável a ocorrência do fenômeno porque não haviam as condições climáticas necessárias: baixa temperatura associada a instabilidade.


A advogada Regina Rossi, 37 anos, disse que era possível ver uns grânulos caindo do céu por volta das 9h30min.


— Não é visível a olho nu, é melhor olhar contra uma parede escura. Após uma pancada de chuva, deu para perceber novamente que uma chuva congelada. Parece uma poeira branca voando no ar — relatou Regina.


Aquecimento Global: Neva em província Argentina onde não nevava desde 1922


Segundo a METSUL:

A volta das aulas e da neve

Eu estava precisando dessas férias, aproveitei para colocar em dia minha pós graduação e descansar, até o Blog ficou de lado nessas duas semanas.

Quem não tirou férias foi o frio nesse interminável inverno, pelo contrário, se intensificou e hoje a sensação térmica despencou no estado do RS, com temperaturas bem abaixo de 0ºC.

A neve voltou a dar as caras:

Imagens de hoje a tarde

Bom Jesus

São José dos Ausentes
sensação térmica de -6ºC.