Os 40 anos da Maré Vermelha - Tragédia do Hermenegildo

Trabalhando em sala de Aula o assunto: Reino Protista, em específico  sobre as Algas Pirrófitas, lembrei do fenômeno acontecido em 1978 na Praia do Hermenegildo, no litoral sul do RS.

Há quase 40 anos atrás ocorreu no RS, mais especificamente na praia do Hermenegildo, a maior do mundo em extensão, localizada perto da praia do Cassino em Rio Grande, litoral Sul do RS, uma incrível mortandade de peixes.


Eu era bem piá, mas devido a vasta cobertura em rádio e televisão sobre o fato, tudo ficou muito marcado na minha cabeça e tenho certeza que todos os gaúchos com mais de 45 anos tem isso muito presente na memória.


Foram toneladas de peixes mortos, o cheiro era insuportável e a remoção quase impossível, devido a quantidade.


A coloração da água do mar ficou com tons avermelhados, por isso o fenômeno foi chamado:

- MARÉ VERMELHA.

Todos ficaram com medo de entrar no mar por algum tempo, não se sabia a causa exata do fenômeno, muitos achavam que era poluição, outros responsabilizaram o acidente com a carga de um navio Uruguaio, que continha soda caustica e produtos químicos.


Amostras recolhidas pela UFPel, indicavam a presença de um gás o: ISOTIOCIANATO DE METILA, porém pela versão oficial o efeito desse gás não traria problemas de tal proporção.


A verdade é que as investigações foram muito prejudicadas pelo fato de o Brasil estar vivendo nessa época um regime de ditadura Militar.

O que ficou como versão sobre o acontecimento foi que o responsável sobre a mortandade foi um fenômeno natural denominado maré vermelha.




Quem quiser aprofundar um pouco mais a leitura sobre o assunto indico o blog: http://goncalodecarvalho.blogspot.com.br/2014/03/lembrando-hermenegildo.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A nova mansão do All Gore- Paga pelo aquecimento global

Terra Primitiva