sexta-feira, 23 de maio de 2014

Jean Baptiste Lamarck

Muitos professores se referem a Lamarck como o ''cara que errou'', pois em sua teoria, lei do uso e desuso, coloca que um orgão que fosse muito usado se desenvolve, enquanto um outro que não fosse iria atrofiar, sendo essas característica transmitidas aos seus descendentes, modificando a fisiologia das espécies com o passar do tempo.

O francês Jean-Baptiste Lamarck (1744-1829), foi um importante personagem na história da ciência. Sua contribuição para o desenvolvimento do que conhecemos hoje como teoria da evolução é bem divulgada, mas alguns autores, ao tentar resumir as ideias desse naturalista, omitem algumas informações e distorcem outras, criando assim ‘boatos’ sobre seu verdadeiro papel.

Os dois maiores boatos criados a respeito de Lamarck são: 1. suas ideias evolutivas se resumiam a duas leis, e 2. o inglês Charles Darwin (1809-1882), um dos autores da moderna teoria da evolução, se opôs a essas leis.

Assim, diante da pergunta “Quem foi Lamarck?”, um aluno de ensino médio pode responder “Foi o cara do pescoço da girafa”, ou até “Foi o cara que dizia o contrário de Darwin”. Essas respostas, e outras com conteúdo semelhante, permanecem vivas não apenas na boca dos alunos, mas também na de certos professores e no texto de alguns livros didáticos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário