terça-feira, 1 de junho de 2010

O grande buraco na Guatemala


Esta foto foi publicada hoje nos principais sites do mundo inteiro. Ele foi provocado pela tempestade tropical ágata, primeira da temporada 2010, que promete ser mais forte do vem sendo nos últimos anos.

Após o ano em que ocorreu o Catrina ocorrido em 2005, as temporadas vem sendo amenas, no entanto este ano as previsões são preocupantes.

Estas tempestades ocorrem na América Central e sul da América do Norte
a séculos, mas antes da internet e das transmissões por satélite, parecem que não acontecia nada, tudo é tratado como novidade e os meios de comunicação se utilizam dos desastres climáticos para causar sensacionalismo em busca de audiência.

Buracos como este feito pela chuva já ocorreram em outras situações.


Por exemplo na foto acima o buraco ocorreu a 7 anos atrás em Campolide - Portugal.

Acima este no metrô em São Paulo
Não vai faltar gente para dizer que são os sinais do fim do mundo em 2012, ou que o buraco foi causado pelo aquecimento global.

2 comentários:

  1. Meu caro,
    O buraco que apareceu em Campolide a que faz menção, tratou-se de incúria por parte da câmara municipal de Lisboa e nada teve a ver com qualquer acontecimento apocalíptico.
    O buraco foi resultado do abatimento da placa que tapava o canal de Alcântara - Ribeira que em tempos corria livre e que com o avanço do cimento “construção desenfreada” acabou emparedada – sobre essa ribeira construíram um parque de estacionamento sem terem previamente reforçado a estrutura. O resultado foi o colapso da placa.
    Por isso o único cataclisma que ocorreu foi o da estupidez humana.
    Agora sobre o tal buraco em Guatemala, só vendo localmente.
    “Ver para crer”

    ResponderExcluir
  2. João, concordo plenamente contigo, relacionei os buracos por achar que nenhum deles tem nada a ver com qualquer acontecimento apocaliptico e sim falhas humanas no planejamento das grandes cidades.

    ResponderExcluir