quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Tese do resfriamento global ganha força entre estudiosos

O que sempre pensei em relação ao aquecimento global vem a ser confirmado pelo Professor Luis Carlos Molion (Físico, pós doutorado na Inglaterra e 25 anos a frente do INPE), como o CO2 produzido pelo homem pode influenciar no aquecimento e no clima do planeta, já que:


  • São liberadas 200 Bilhões de toneladas/ano, por processos naturais: Oceanos, vegetação, respiração dos animais, oceanos, vulcões...


  • O homem é responsável por 6 toneladas... é ridículo, se reduzíssemos em 50%, cairia para 3 toneladas, isso em 200 bilhões, nem dá pra fazer percentual.

É claro que All Gore (quem mais lucra com essa teoria) e sua turma resistem em defende-la, para manter milhares de empregos com vultuosos salários em ONGs, recebendo verbas governamentais para lutarem contra o suposto aquecimento global.

Neste linck você assiste a entevista:

http://www.band.com.br/jornalismo/cidades/conteudo.asp?ID=211828
Molion (Fisico e meteorologista)

TESE DO RESFRIAMENTO GLOBAL GANHA FORÇA ENTRE ESTUDIOSOS


Da Redação, com informações do Jornal da Band


A dois meses do Congresso Mundial sobre Mudanças Climáticas, na Dinamarca, a teoria de que o planeta estaria esfriando, ao invés de aquecer, tese mais aceita, tem ganhado força entre cientistas. No Brasil, um dos principais defensores desta teoria é Luis Carlos Molion, físico com pós-doutorado na Inglaterra e experiência de 25 anos à frente do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). A tese é fundamentada no princípio de que a Terra tem um ciclo natural de aquecimento e resfriamento que dura em média 60 anos. Os oceanos são os responsáveis por regular a temperatura do planeta e, de acordo com pesquisas internacionais, estão perdendo calor. Segundo Molion, reduzir as emissões de gás carbônico (CO²) não teria efeito nenhum sobre as mudanças climáticas, já que “os fluxos naturais de carbono entre oceano, vegetação, solos, e atmosfera somam 200 bilhões de toneladas por ano”. O homem seria responsável por apenas seis toneladas. Para ele, a grande divulgação da teoria de aquecimento global serve aos interesses dos países desenvolvidos, já que os acordos sobre mudanças climáticas prevêem que as nações mais pobres precisam reduzir as emissões de CO². Apesar disso, as temperaturas nas cidades têm crescido por conta do fenômeno conhecido como ilha de calor, quando o calor do sol aquece diretamente concreto e asfalto, e não árvores e rios, e eleva os termômetros.


Vamos sentir frio e calor dependendo dos fatores naturais como: O el ninho ou la ninha, a força do sol, as frentes frias.

As mudanças climáticas sempre existiram e vão continuar existindo indepente do homem.

É claro DEVEMOS SEMPRE PRESERVAR O MEIO AMBIENTE, para amenizar os efeitos dos fenômenos naturais.


Obs: Obrigado ao amigo Stanis por ter assistido a reportagem e me passado a dica da pesquisa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário