terça-feira, 5 de outubro de 2010

Lixo eleitoral não será reciclado em POA


O Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU) estima que até o final da limpeza do lixo eleitoral em Porto Alegre cerca de 100 toneladas de material será recolhido. Apesar de serem compostos basicamente por plástico, papel e madeira, os cavaletes, placas e santinhos não poderão ser reciclados.

Segundo o diretor-geral em exercício do DMLU, Carlos Vicente Gonçalves, o lixo eleitoral fica "poluído" ao ser jogado nas ruas, em função de sujeira como areia ou poeira. O material será levado para um aterro sanitário.

Fonte: ZH

Não vão reciclar porque o plástico está sujo com terra. Vão me desculpar, para mim isso se chama preguiça, falta de projeto e planejamento para a situação, pois é muito mais fácil jogar no aterro sanitário do que tirar o pó do plástico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário