segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Alunos na Quinta da Estância Grande III (o plástico)


Nas postagens anteriores, sobre minha ida na Quinta da estância com os alunos, fiz muitos elogios ao lugar. Fomos bem tratados, ótima alimentação e orientação dos monitores, mas tenho uma critica construtiva a fazer.

Eles falam muito em meio ambiente, aquecimento global, mudanças climáticas, mas tudo que é utilizado lá é de plástico descartável.



Todos querem entrar na onda do aquecimento global, ninguém contesta, mas ai eu entro dizendo que o foco dos ambientalistas está desviado, pois ninguém mais fala da poluição dos rios, desmatamento, reciclagem e outros temas mais importantes. O aquecimento global toma conta das mentes dos ambientalistas.



E não me venham com essa história de quer mandam todo o plástico para reciclagem, pois fora o que se perde no caminho, a reciclagem do plástico produz gases muito piores que o tão mal falado CO2.


São milhares de copos plásticos utilizados por dia, talheres de plástico, até os pratos são de plástico. Em minha opinião tudo deveria ser de vidro, lavado e reutilizado. Sei, dá mais trabalho, mas seriam mais uns 3 empregos e um grande exemplo aos alunos que visitam esse belo local.

5 comentários:

  1. É muita hipocrisia não?
    Estamos pra maio de 2011, organizando uma semana de química ambiental na universidade em que estudo e um dos temas em discussão em uma das reuniões da comissão que organizará o evento foi acerca dos utensílios para as bebidas. Eu fui totalmente contra o uso de copos descartáveis nos coffes breakes, visto que no material do evento, já vem disponível uma caneca. No entanto, o problema foi: Ahhh, e quem esquecer a caneca? Na minha humilde opinião, ou o cara se vira pra arranjar uma com alguém, ou ele fica sem beber. Mas o problema é que os copos descartáveis se fazem necessários, afinal de contas, o cara sai de casa sem a caneca e já pensa no tal "jeitinho brasileiro": "Ahhh, lá eles devem ter algum copo pra me dar".
    O mais engraçado é que o evento leva o nome de sustentabilidade!!! O que de sustentável estaremos promovendo com isso?

    ResponderExcluir
  2. Rafael Sittoni Goelzernovembro 30, 2010 2:30 PM

    Boa tarde Sra Fernanda,

    Que ótimo ter gostado do passeio, estarei repassando os elogios ao restante da equipe.

    Os copos plásticos utilizados na Quinta da Estância são efetivamente reciclados, assim como pratos e outros utensílios descartáveis. Temos uma parceria com ONG de recicladores desde 1997, estes recolhem, triam e realizam a reciclagem dos resíduos produzidos na Fazenda, apenas lá possuem cerca de 30 cooperativados distribuindo renda com a recuperação destes resíduos.
    Além disso todo nossa geração de GEEs (gases de efeito estufa) são contabilizados e possuem suas emissões neutralizadas (somos a primeira Fazenda do Brasil a realizar a neutralização de todos nossos processos), não somente a geração de resíduos orgânicos e secos (como os descartáveis), mas a água utilizada, energia elétrica consumida, produção de materiais gráficos, consumo de materiais de escritório, combustíveis (diesel trator, gasolina máquina de cortar grama, alcool de veículos) neutralizando inclusive o transporte de todos os visitantes até a Fazenda.
    Todo este processo é realizado por Assessoria Ambiental independente calcado em normas internacionais do IPCC (Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas da ONU) e ISO 14064.
    Estas e muitas outras ações demonstram nosso comprometimento real com relação ao meio ambiente e sociedade.

    Qualquer dúvida estamos a disposição dos Srs: atendimento@quintadaestancia.com.br

    ResponderExcluir
  3. soooor, passa o resto das fotos / Morgana

    ResponderExcluir