quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Terremoto devastador: ...Logo no Haiti



Já não bastasse todo pobreza, num país onde mais de 95% da população vive abaixo da condição de pobreza.


Num país sem nenhuma estrutura para atender os feridos pelo desastre.


Sem ferramentas mínimas para, ao menos, retirar os corpos dos escombros.


Logo nesse país as placas tectônicas deslizam uma sobre a outra, provocando o epicentro próximo a Porto Príncipe, capital do País, com, em torno, de 3 milhões de Habitantes.


Funcionários de agências humanitárias calculam que centenas de pessoas podem ter morrido em consequência do terremoto de 7 graus na escala Richter que atingiu o sul da capital do Haiti, Porto Príncipe, na tarde de ontem (12). Esse foi o mais forte tremor registrado no o país nos últimos 200 anos. As informações são da BBC Brasil.(ZH)


O Palácio do Governo, antes e depois do terremoto

No Linck abaixo se pode vizualizar o local do Epicentro.



Abaixo, fotos do desastre:







Veja abaixo, vídeos feitos por haitianos:





O pior é ver os alarmistas usando esse desastre para confundir a população, querendo ligar o Aquecimento Global e as mudanças climáticas ao desastre.

Sabendo que Terremoto não tem nada a ver com clima.

Lamentável, também, foi o comentário da Governadora do Rio Grande do Sul, ela estava em Santa Maria, cidade de um militar morto no terremoto. Quando soube do acontecido fez um discurso lamentando a morte e comparando o desastre do Haiti com a queda da ponte na cidade de Agudo e atribuindo os dois fatos às mudanças climáticas.

Querer comparar uma enchente com um terremoto é muita falta de conhecimento, para não falar outra palavra.

E também transferir toda responsabilidade para o aquecimento global é fácil, quando o DAER deveria ter feito vistorias na e os consertos necessários na ponte.

Pobre do povo Haitiano, até nessa situação é usado por políticos inescrupulosos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário