quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Um Jogo...


Que processos será que ocorrem em nosso cérebro, que fazem com que exista tamanha histeria coletiva a espera de um jogo de futebol.


Não se fala em outro assunto no estado do Rio Grande do Sul.


A angústia toma conta de milhares de pessoas e ela aumenta a cada minuto que nos separa das 22h de quarta-feira, horário do início da grande final da Libertadores da américa entre Internacional e chivas.


Todos sonhando com o apito final do juiz, já serão os primeiros minutos de quinta-feira, para soltar o grito de : É CAMPEÃO e sair as ruas extravasando sua alegria.


Nem quero pensar se der errado, se vier a derrota, será enorme a decepção e a euforia dará lugar a depressão.


Hoje eu estava pensando, como pode um jogo, apenas um jogo, provocar tamanha mistura e sentimentos, talvez um pouco do bairrismo do gaúcho, querendo ver um clube da terra no lugar mais alto da américa. Mas isso por si só não explica tamanha paixão por um clube de futebol.


Mas também não precisamos dar uma explicação científica para tudo, sendo assim, amanhã, estarei eu, lá com meus amigos, a frente da TV sofrendo como todos e esperando o apito final para experimentar a sensação de euforia ou decepção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário