segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Calor na Rússia

43% do planeta está com temperatura abaixo da média

Os alarmistas andam eufóricos pelo mundo inteiro por conta do calor acima da média que vem castigando os Russos.


Para estes, parece que quanto mais desastres ambientais melhor. Pois assim eles tem supostas evidências para comprovar suas teorias.


Atualmente está muito quente na Rússia realmente, mas é um caso localizado,


Será que não lhes ocorre que estes desastres podem ter como motivos: o desmatamento, o assoreamento dos rios, a erosão causada pelo homem ao solo e não o aquecimento global.
ECOTRETAS:
Ao contrário do resto do Mundo, onde uma grande parte tem experimentado um frio significativo, conforme se pode ver na imagem acima (clicar para ampliar), retirada de um site da NASA. Pode-se perguntar porque ninguém fala do frio da Rússia central, onde o gelo do Árctico não tem derretido? Ou então da Europa? Em grande parte da Eurásia, norte de África e Alaska, numa análise do Watts Up Tith That, há 43% mais pontos abaixo da temperatura normal, que acima...
Aqui na américa do Sul é um exemplo, o inverno de 2010 está com temperaturas muito abaixo da média com frio no Mato Grosso (inclusive matando cabeças de gado: http://betoorcy.blogspot.com/2010/07/frio-historico-mata-mais-de-2000.html), frio de menos de 10ºC no acre, a maior nevasca dos últimos 47 anos na região sul, entre outros exemplos.
Cada vez mais me estou convencido que esse modismo não passa de fonte de lucro para muitas ongs, empresas de consultoria climática, cientistas e países que querem brecar o desenvolvimento das nações em expansão como a nossa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário