segunda-feira, 24 de maio de 2010

Termômetros Inconfiáveis


A pergunta é simples:

-Podemos confiar nos termômetros que supostamente nos dizem que a Terra está aquecendo?

As temperaturas oficiais dos Estados Unidos são baseadas em 1221 estações de monitoramento do clima, da responsabilidade da NOAA (National Oceanic and Atmospheric Administration).

Nos últimos anos, uma equipe de mais de 650 voluntários inspecionaram visualmente e fotograficamente mais de 860 dessas estações. Os resultados foram absolutamente chocantes.

68 estações estão em locais onde as temperaturas são bem superiores às redondezas.


89% das estações nem sequer cumprem os requisitos da NOAA, o que significa que reportam temperaturas superiores ao correcto.


A conclusão é impressionante: As temperaturas dos Estados Unidos não são de confiança!


E estranhamente, tem diminuído substancialmente a quantidade de Estações meteorológicas aceitas para validar dados referentes as temperaturas globais, incrivelmemente a maioria das estações meteorológicas, ainda existem, mas não são contabilizadas.

Mas veja abaixo o gráfico com a evolução dos pontos de medições válidas para consulta das temperaturas globais.





Sumiram as medições nos EUA, coincidentemente com a chegada dos terríveis invernos que cobriram os Estados Unidos de gelo nos últimos 05 anos.

Cada vez mais concluímos que o Aquecimento Global está sob suspeita, tem muito dinheiro e interesse nesse jogo.

Vai o recado as escolas: Estamos às vésperas da Semana do Meio Ambiente, chega de falar em aquecimento global, vamos tratar das degradações ambientais que ocorrem nos seus municípios, para conscientizar de verdade, onde seja palpável a atuação dos estudantes.

Não ajudem a divulgar essa que é a maior farsa do século.

Um comentário:

  1. IMPORTÂNCIA DE SABER O QUE A SOCIEDADE PENSA SOBRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS

    Nosso grupo acaba de concluir uma pesquisa na Região da Grande Vitória (ES) – 4 municípios – que analisou a percepção ambietnal da sociedade frente à problemática (causas, efeitos, prós e contras) das mudanças climáticas.

    Núcleo de Estudos em Percepção Ambiental / NEPA
    roosevelt@ebrnet.com.br

    ResponderExcluir