quinta-feira, 29 de julho de 2010

Mídia Alarmista

A mídia alarmísta na intenção de obter seus lucros com filmes e venda de revistas jornais atrai anunciantes, sempre deixa a população apreensiva na iminência do fim do mundo, no início da década de 70 foi o resfriamento global, não aconteceu; depois a bomba atômica, não ocorreu; depois Bin Laden, Sadam Hussem; agora o Aquecimento Global e ainda tem 2012.

A farsa do aquecimento global, depois do climagate (, http://betoorcy.blogspot.com/2009/12/carta-aberta-cupula-do-clima-em.html ) está sendo desfeita.

2012 vai passar e o mundo não vai acabar.

Então já estão preparando o terreno para o futuro. Agora vai ser o choque de um asteróide.

Veja notícia do site TERRA:



O impacto pode causar extinção em massa, como o que teria acabado com os dinossauros

Foto: Nasa/JPL/Caltech/Divulgação

Cientistas alertaram que um grande asteroide pode atingir a Terra e estimam que o mais provável é que, se acontecer o impacto, ele ocorra em 24 de setembro de 2182. O asteroide, chamado de 1999 RQ36, tem uma chance em 1 mil de atingir a Terra antes do ano 2200, mas as chances dobram na data estimada. Maria Eugenia Sansaturio e colegas da Universidade de Valladolid, na Espanha, calcularam a data mais provável de impacto através de modelos matemáticos e publicaram a pesquisa no jornal especializado Icarus. As informações são do site do jornal britânico Daily Mail.
Pode parecer muito tempo, mas, de acordo com os pesquisadores, qualquer tentativa de desviar o 1999 RQ36 tem que acontecer com pelo menos 100 anos de antecedência para ter alguma chance de sucesso.
Descoberto em 1999, o asteroide tem, de acordo com a Nasa - a agência espacial americana -, 560 m de diâmetro. Segundo a reportagem, os cientistas afirmam que, com o seu tamanho, o 1999 RQ36 pode causar uma grande devastação e até extinção em massa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário