quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Mais sobre o escândalo dos e-mails e a fraude do Aquecimento Global

Muitos lucram com o Aquecimento Global, até o desconhecido cantor Franco Barbosa, claro que All Gore e sua turma lucram bem mais....




Quantos interesses estavam em jogo, para fazer com que cientistas arriscassem seu nome e ficassem a mercê da desmoralização como esta acontecendo.

A Indústria do aquecimento global é enorme, verbas gorvernamentais sustentam ONG'S e empresas de soluções climáticas como a de All Gore.

Economia de países em desenvolvimento foram afetadas pelas metas do protocolo de Kyoto.

Muitos empregos, ONG'S, empresas, cientistas são sustentados por essas indústria.



Muitos Ambientalistas gostam mesmo é de defender essa árvore.


Que fique bem claro, sou professor sempre defendi o Meio Ambiente, mas acho que hoje os problemas que estamos vivendo se devem a poluição dos rios, que estão transbordando por estarem assoreados por sedimentos carregados pelas chuvas até seus leitos.

Com o desmatamento o solo fica exposto à força das chuvas que remove a terra e leva os sedimentos pra os rios.

Bueiros entupidos por poluição nas cidades, onde falta saneamento básico.

Vilas irregulares que brotam de todos os lados nas grandes cidades.

Bom. Mas é mais fácil e mais barato culpar o CO2 e o aquecimento Global.

Mas nosso assunto é o escândalo dos e-mails. Leia com atenção o post abaixo.


Fonte: Post de Reinaldo Azevedo - Revista Veja:

A história circula já faz alguns dias, mas batia num muro de gelo (ooops!) na imprensa brasileira. Havia me destinado a falar hoje a respeito e esbocei tratar do assunto no Programa do , mas aí a conversa tomou outro rumo. Bem, finalmente começa a circular entre nós, embora já venha com as tintas da desqualificação.
Mas de que diabos estou falando?

Hackers invadiram os computadores da Universidade de East Anglia, na Inglaterra, e piratearam nada menos de 6 mil e-mails trocados entre cientistas especializados em clima. East Anglia é um dos mais respeitados centros de climatologia do mundo, e seus estudos são um dos pilares que sustentam a tese de que o aquecimento global é provocado pela ação do homem.

Esse negócio de piratear dados de onde quer que seja não é bonito. Que os responsáveis sejam punidos etc etc etc. Mas o fato é que alguns dados que vieram a público parecem indicar que os especialistas em clima que sustentam a tese antropogênica para o aquecimento global são chegaditos a uma mentira e a uma propaganda enganosa. Há mensagens que sugerem manipulação de dados. A história, em detalhes, com vários trechos dos e-mails pirateados, está no blog de James Delingpole, do Telegraph.
Num deles, Phil Jones, chefão de East Anglia, diz a seus pares, nos Estados Unidos, que tinha recorrido aos mesmos "truques" de Michael Mann, da Universidade da Pensilvânia, para "esconder o declínio" de uma série de temperaturas num período de 20 anos, de 1961 a 1981. No original:.

I've just completed Mike's Nature trick of adding in the real temps to each series for the last 20 years (ie from 1981 onwards) amd [sic] from 1961 for Keith's to hide the decline.

Phil Jones se defende e diz que, quando os cientistas da área empregam a palavra "truque", eles não querem dizer "truque". Entendo... E que não falava de temperatura, mas da copa das árvores... Há outros e-mails que sugerem supressão de informação e debate sobre como tornar o aquecimento algo mais convincente, mais "quente", entendem?, mobilizando mais as pessoas.

Os e-mails pirateados foram hospedados num servidor da Rússia, e não se tem idéia da origem da invasão. A direção de East Anglia já confirmou que são verdadeiros. Mas, é óbvio, nega que revelem manipulação. Atribui-se tudo à gritaria dos "céticos" - que, aliás, são tratados com bem pouca lhaneza nas mensagens. Da vontade de dar uns sopapos nos adversários à alegria porque um dos inimigos morreu - John Daly -, a ciência do aquecimento global demonstra que quente, mesmo, naquele universo, é o gosto pela fofoca e pela desqualificação de tudo o que não concorra para a tese do grupo.
Já escrevi bastante sobre aquecimento - e meu novo livro traz frases a respeito. Não sou especialista, é óbvio. O que tenho feito é sugerir aos leitores que busquem ouvir o contraditório. Afinal, não se deve partir do princípio de que alguns querem salvar o mundo, e outros, destruí-lo. Os e-mails são provas irrefutáveis de que há manipulação? Não! Mas que cheiram mal, ah, isso é inegável. Esse negócio de que "truque", lá entre eles, não é "truque".


Bem... Com efeito, "truque" é a versão benevolente de "trick", também "embuste", "fraude" e coisas do paradigma.

Sabem o que é mais interessante? Há um troço chamado Oscilação Decadal do Pacífico (PDO, na sigla em inglês). Não tenho como resumir. Está devidamente explicado aqui [site da MetSul]. Em suma, a temperatura do Pacífico tem grande influência na temperatura do planeta. Justamente entre 1961 e 1981, período a que se refere o tal e-mail, o Pacífico havia esfriado, assim como havia esquentado entre 1920 e 1940, depois esfriou de novo...
E como isso poderia ter sido evitado??? Bem, isso não poderia ter sido evitado ainda que os seres humanos renunciassem à sua cultura e voltassem à fase da coleta - e, suponho, da antropofagia...Ai os bobalhões logo dizem: "Ah, você quer poluir tudo!!!" Não! Quero é que parem com o papo terrorista, escatológico, para que se estabeleçam metas realistas".

Um comentário: